#10

O céu de Belgrado é vasto e alto, muito variável, mas sempre belo, mesmo durante os dias luminosos de Inverno com a sua magnificência; mesmo durante as trovoadas estivais quando se transforma numa única nuvem escura que, varrida pela ventania, se desfaz em chuva misturada com o pó da planície de Panon; mesmo na Primavera quando parece florescer com a terra; mesmo no Outono quando fica carregado de magotes de estrelas outoniças; […] mas o maior esplendor do céu de Belgrado é o seu pôr-do-sol.

Ivo Andric, “A Velha Menina”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s