book review #7: João Tordo ‘As Três Vidas’

O prodigioso escritor esticou a corda

tordo tres vidas

«As 3 Vidas» é o terceiro romance de João Tordo, depois de «O Livro dos Homens Sem Luz», de 2004, e «Hotel Memória», três anos depois, e foi distinguido em 2009 com o Prémio José Saramago.
Constituindo-se como uma estória plena de suspense e mistério, «As 3 Vidas» é um livro que se devora de forma viciante, como resultado dos singulares e extravagantes personagens, envolvidos numa narrativa bem construída, que se cruza ao longo da leitura, e da escrita escorreita e primorosa de Tordo.
Nesta obra de 2008, João Tordo delega no narrador participante e protagonista principal da estória a responsabilidade de contar ao leitor a trama que dá corpo a «As 3 Vidas».
E que trama é esta? Em poucas linhas, pode dizer-se que um jovem de Lisboa, pouco culto e sem grande experiência de vida, aceita ir para uma quinta no Alentejo para trabalhar para António Augusto Millhouse Pascal, um homem misterioso que dirige um negócio obscuro, que envolve figuras participantes em alguns dos principais acontecimentos da história contemporânea.
A relação entre o narrador e Millhouse Pascal começa distante mas rapidamente evolui para algo mais afectuoso, com o último a ver no primeiro alguém que poderá educar através de grandes obras da literatura e, até, prosseguir o seu trabalho.
No entanto, é notório o desconhecimento do narrador quanto ao trabalho desenvolvido por Millhouse Pascal, pelo que prossegue o seu trabalho de escriba sem grande acanhamento.
Pelo meio, conhece os três insolentes netos de Millhouse Pascal e, entre eles, aquele que se torna no personagem mais importante para si, Camila, o mais extravagante entre os três e que tem o sonho de se tornar fonâmbulo.
A destacar a metáfora da ‘corda bamba’ que acompanha a evolução do narrador e que, me parece, sustenta e equilibra a meticulosa relação que este estabelece consigo próprio e com os outros personagens.
É no meio destes personagens ricos e únicos que Tordo tem a capacidade de nos prender à estória de «As 3 Vidas», um romance que percorre Lisboa, Alentejo, Nova Iorque e Londres, e que perpassa um enorme período do século passado e culmina num dos mais significativos acontecimentos da primeira década deste século.
«As 3 Vidas» é um romance grandioso, de um autor que, apesar de jovem, demonstra já uma capacidade fora do comum para criar estórias espirituosas e imaginativas, apuradas q.b. para não caírem no trivial.

Pontuação final: 4+
1 [a evitar] | 2 [fraco] | 3 [suficiente] | 4 [bom] | 5 [obra-prima]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s