#506

Sue Townsend, a escritora britânica que criou Adrian Mole, o rapaz de 13 anos e 3/4 em cujo diário os adolescentes ingleses dos anos 1980 se sentiram retratados, morreu na quinta-feira em sua casa. […] Contou [em 2001] que aprendeu a ler com oito anos, com a ajuda da mãe, e que depois começou a frequentar bibliotecas e chegava a ler três livros por dia. […] Filha de um carteiro, e a mais velha de cinco irmãs, Sue Townsend nasceu em 1946 em Leicester. Abandonou os estudos aos 15 anos, tendo tido vários empregos desde o final da adolescência. Trabalhou designadamente numa loja de roupas, da qual foi despedida por ter sido apanhada a ler a ‘Ballad of Reading Gaol’, de Oscar Wilde, num dos cubículos em que os clientes provavam as peças.

Luís Miguel Queirós, jornal Público

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s