#718

Na Cerdeira [aldeia do xisto, na Lousã], encontramos Emma e Alwina, duas estudantes de artes plásticas que estão aqui a fazer uma residência artística de seis meses. Alwina, natural do Cazaquistão, mostra-nos o seu atelier e as suas pinturas inspiradas na beleza e isolamento da serra. ‘É um local maravilhoso para trabalhar, respirar e reflectir sobre a arte. O silêncio é mágico. A semana passada fui ao Porto e ia dando em maluca com tanto barulho.’

Rui Pelejão, fugas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s