#893

‘Bristol é uma cidade média, com uma vida cultural e artística de grande cidade, mas sem os problemas das grandes cidades. […] Bristol tem a dimensão certa para ser descoberta a pé. Nem tudo é perto, nem tudo é plano, é certo, mas a cabeça anda sempre levantada, à procura de mais um edifício histórico, de mais uma galeria, mais um grafitti gigantesco no topo de um prédio. De tal forma impressionantes, gigantes e tão lá no alto que há momentos em que não se percebe muito bem se foram os homens que subiram aos céus, se os deuses ou anjos mais rebeldes que desceram à terra para pintar.’

João Ferreira Oliveira, fugas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s