dj sessions #96

Leonard Cohen – Suzanna

Às vezes confundo o [Leonard] Cohen com outros tipos mas depois penso num famoso casaco de chuva azul e lembro-me logo da cara dele. Do timbre dele. […] Quero dizer a Leonard Cohen que foi entre terramotos e brigas feias que nossa geração perdeu a chave enferrujada do Chelsea Hotel. […] Que saibas que foi um bocado por tua culpa que aprendi a amar Suzanne e todas as declinações dela. I travelled blind por muitos anos mas havia sempre a tua canção ao fundo. Com o tempo aprendi a gostar de laranjas tanto quanto gosto de maçãs, aprendi a descascar as flores como se descascam os frutos, aprendi que também na curva de um supermercado se acham as espigas de trigo e que as espigas de trigo podem ser boas para amar. […] Leio as frases um bocado assustadoras do [Theodor W.] Adorno e lembro-me de ti. Vejo os corredores de mármore que sempre atravesso em meus sonhos e muitas vezes tu andas por lá. Encosto a cabeça às omoplatas de um anjo impressionante e aparece sempre o teu canto. […] Portanto aceita um beijo deste planeta derrotado.

Matilde Campilho, jornal Público

check other DJ Sessions

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s