#1170

Na dinâmica das amizades faço parte de um tipo de personalidade ‘tóxicas’, a personalidade esquiva, atreita à astenia e ao pessimismo, um estraga-festas. […] Mas também tive amizades por entropia ou engano, amizades com os murmuradores, os cínicos, os maquiavéis de boteco, amigos que procurei por serem tóxicos, sem saber que era por isso, e que, descobri, me procuraram porque eram tóxicos para mim; amigos que, como diz um poema de que gosto muito, deslocavam a verdade na atmosfera, com a cabeça oculta numa nuvem astuciosa.

Pedro Mexia, revista do semanário Expresso

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s