dj sessions #124

Durante largos anos, demasiados, ninguém soube muito bem onde parava Charles Gayle. Depois de ter dado nas vistas originalmente no grupo do baterista Rashied Ali (baterista do período final de John Coltrane), algures nos anos 1970, passou 15 a 20 anos a tocar nas ruas e a viver como sem-abrigo ou em edifícios abandonados. Quase sem saber como, resvalou de um apartamento minúsculo em Nova Iorque, a cidade para onde se mudara na década de 1960, para a absoluta incerteza. […] ‘Houve simplesmente um dia em que peguei num par de coisas e fui viver para a rua, não pensei demasiado sobre o assunto.’ […] Já não oiço música, há muito que parei com isso’, confessa. ‘Não estou interessado em ouvir ninguém. Ao fim de algum tempo, tudo passa a soar redundante. Não quer dizer que estes músicos que admiro não fossem excelentes. Mas é tudo música que já aconteceu. Prefiro ler um livro.’

Gonçalo Frota, jornal Público

dance with other dj sessions

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s