#1267

Mais facilmente o taciturno passa por sábio do que o homem alegre. […] A alegria tornou-se um tópico mais ou menos marginal, deixado ao sabor das circunstâncias, dos acasos e dos feitios. […] Bem-aventurados aqueles que vivem uma história e a podem contar. Bem-aventurados os que cultivam flores, mas param diante delas, disponíveis e extasiados. O pior que pode acontecer é investir numa vida altamente produtiva, mas que perdeu a capacidade de espanto, a possibilidade da delícia. […] Dias sem alegria são aqueles completamente sem memória. Chegamos ao fim e não lembramos um único gesto, uma única frase, não temos nada para contar.

José Tolentino Mendonça, revista do semanário Expresso

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s