#1281

Mimado pela abundância, porém, o cidadão contemporâneo não se contenta com dúzia de opções locais. E eis que nas prateleiras dos supermercados – tanto ali como em grande parte do auto-intitulado mundo desenvolvido – habite uma profusão organizada de alimentos multicoloridos, produzidos em terras distantes, mas aparentemente sem contacto com terra nenhuma, dada a sua total neutralidade organoléptica. A beringela sabe a tomate, o tomate sabe a pimento, o pimento sabe a cogumelo, o cogumelo sabe a espinafre, o espinafre sabe a alface, e a alface não sabe a nada. Na sua dupla missão de matar a fome do mundo e encher os bolsos de uns tantos, a agricultura em grande escala vive deste paradoxo: chega facilmente a todo o lado, mas tem alguma dificuldade em impressionar o palato.

Ricardo Garcia, jornal Público

2 responses to “#1281

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s