#1287

Antigamente era habitual associarmos o desporto a determinadas características como o amor à camisola, a nobreza, o prazer da competição, os insuficientes conhecimentos médicos e as deficiências dos métodos de treino. O amadorismo em estado puro com as respectivas vantagens e desvantagens. […] A empresarialização do desporto vem de encontro à evolução da sociedade dos nossos dias, das nossas empresas, dos nossos clubes, dos nossos atletas, mas deixa alguns adeptos profundamente entristecidos ou até mesmo irritados. Se concentrarmos a nossa atenção na análise do desporto, ao colocarmos uma óptica comercial e de negócio levantam-se sempre barreiras por parte de académicos, adeptos, historiadores, reguladores e claro, espectadores. Será surpreendente classificarmos o desporto como um negócio?

Daniel Sá, especialista em marketing desportivo, jornal Público

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s