#1335

Hoje um profile é mais fácil e sobretudo mais completo. O telefone diz onde me encontro, os pagamentos com cartão definem-me as preferências, as fotografias nas redes sociais esclarecem se estou mais gorda ou mais magra. Se fumo, se sou vegetariana, se sofro dos rins ou de acne tardio, em que partido voto, onde passo férias, se gosto mais do papá ou da mamã. O profile é oferecido pelos próprios, voluntariamente, ao algoritmo, o novo nome para Big Brother. A privacidade, que foi um ganho para quem se podia dar ao luxo de a pagar, será no futuro (presente) um privilégio dos pobres, dos infoexcluídos.

Ana Cristina Leonardo, revista do semanário Expresso

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s