shortcut #31: da estória

o instante em que se escreve esta estória é deveras diferente do instante em que a mesma é lida
tal como o escrevinhador evolve desde o dia em que compõe esta estória para o dia em que consente a sua leitura
do mesmo modo que o leitor transmuta entre o momento em que lê pela primeira vez esta estória e sempre que reproduz tão inofensivo acto.

pois então, o que discorrer sobre a estória per si? constituindo.se como um ser incorpóreo dotado de luz própria, a estória dissipa.se oculta nos agentes por que pernoita, propagando.se pela calada – qual criatura matreira! -, à mínima interacção entre elementos.
três exemplos elucidativos: o vendaval que arrasta à força parte da essência do leitor, vulgo reflexões e/ou cabelos, para o outro lado da cidade, onde se encontra um novo receptor (posterior transmissor, garante da cadeia); a entoação declamatória de outro leitor, entre transeuntes desconhecidos, ao rememorar uma imagem idealizada na estória enquanto espera a autorização sonora para atravessar a pé uma linha de comboio; e o último exemplo elucidativo.

e no que toca ao (ir)responsável, poderoso escrevinhador, o que nos apraz minuciar? eternamente perdido entre dicionários (objecto a ser vislumbrado como um labirinto desprovido de saída de emergência), o pobre.coitado inspira.se à boleia de palavras: estacionando umas entre algumas, misturando estas ao dividir aquelas, ocultando outras por baixo d’aqueloutras. o intento é fantasiar um todo que seja, simultaneamente, coerente, permitindo o apreciar em plenitude, e desafiante, providenciando díspares interpretações a cada nova leitura da estória.roda.viva.

com efeito, não sendo o estoriar uma ocupação fácil, a verdade é que é bem mais complexo justificar (e aceitar, e acreditar, e veicular) porque raio o dia mais longo do ano foi afinal tão efémero quanto o dia mais curto. mas isso será inspiração para futura estória.

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s