#1337

A minha Buenos Aires começa onde começam os parques de Palermo, com a mais alta concentração de árvores centenárias que já vi. Cintura verde daquele bairro, não longe do rio de La Plata, percorrê-los é tarefa de várias tardes. Pode-se visitar o Jardim Japonês, acompanhar a imensa Av. del Libertador e não parar até Plaza Franzia. […] A minha Buenos Aires não dispensa, também, a caça ao livro. A peregrinação pelas livrarias, algumas soberbas como a Ateneo, que já foi cineteatro. Ou as lojecas de vão de escada da Av. Corrientes, templos do livro usado que, uns atrás dos outros, teimam em esconder segredos.

Luciana Leiderfarb, revista do semanário Expresso

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s