#1339

O discurso que promove a apologia da técnica garante que esta liberta o homem para que ele possa dedicar-se a outras tarefas, possa respirar criativamente, etc. Isso é verdade, claro, mas não é a verdade toda. A parafernália do digital, por exemplo, tem-nos mergulhado mais e mais num estado de servidão involuntária, sem horários, sem descontinuidades espaciais, sem excepção.

José Tolentino Mendonça, revista do semanário Expresso

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s