#1357

Algumas áreas urbanas chinesas […] são cidades vazias à espera do futuro. […] Kai Michael Caemmerer explicou [ao P3] a sensação de caminhar entre dezenas de edifícios rigorosamente vazios. ‘Senti-me como se estivesse a caminhar em cidades do futuro. Pareceram-me surreais e estranhas devido ao facto de serem tão novas e ao mesmo tempo tão desertas.’ Algo inquietante, refere, é a ausência de indicadores temporais nas cidades. ‘Às vezes, numa cidade, é possível reconhecer a época em que foram construídos os edifícios, pelo estilo arquitectónico ou pela idade que aparentam. Quando uma cidade é construída inteiramente nos últimos cinco ou seis anos, esses indicadores desaparecem e a paisagem urbana parece estar fora do tempo.’

Ana Marques Maia, portal P3

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s