#1365

Vou com bastante prazer [ao British Bar, no Cais do Sodré, em Lisboa]. Gosto de me sentar na mesa virada para a rua e ficar numa espécie de suspensão do tempo, um fumo qualquer que flutua, vendo apenas as pessoas a passar. Paris, de que eu gosto um bocadinho menos do que de Londres, é talvez a cidade onde existe essa coisa como não existe em mais lado nenhum, de ficar sentado num sítio a ver as pessoas a passar. Consigo ficar horas nisso.

Pedro Cabrita Reis, artista plástico, revista do semanário Expresso

5 responses to “#1365

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s