dj sessions #160

É estranho [viver em Los Angeles, EUA]! É uma cidade que não foi concebida para seres humanos. Não se pode andar a pé em quase nenhum lado. É humilhante. É por isso que passo a maior parte do tempo em casa. […] Tenho as minhas rotinas. Encontrei um espaço de liberdade na minha vida enquadrando-me em certos rituais, o que pode parecer paradoxal. […] Coisas simples. Depois de acordar, gosto de ficar comigo próprio, mais tarde ando um pouco a pé, vou ao café, leio as noticiais, vejo alguns emails. Tento fazer tudo de uma forma lenta e tranquila. Até a lavar os dentes o faço em câmara-lenta…

[…] As vezes as canções funcionam como mensagens que se enviam ao mundo – é como atirar uma garrafa ao mar com um envelope lá dentro na esperança de que alguém a apanhe. É como se na nossa fantasia o mundo pudesse ver, através daquela canção, quem verdadeiramente somos, para lá de todos os equívocos.

Devendra Banhart, Ipsilon

dance with other dj sessions

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s