#1451

Daniil Trifonov mantém uma relação física com o piano. Reconhece que a escrita pianística de compositores como [Franz] Liszt ou [Sergei] Rachmaninoff requer ‘uma pressão apropriada não só dos dedos como dos pulsos, cotovelos e até dos ombros – basicamente de todo o torso superior’. O piano é, afinal, um instrumento de percussão. […] Mas também sabe ser poético e espiritual nas partes cantabile, afagando suavemente as teclas do piano como se estivesse a pensar e a compor. A doçura e flexibilidade são tais que parece não ter ossos nas mãos.

Jorge Calado, revista do semanário Expresso

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s