#1474

A [Ernest] Hemingway só interessava o osso e escrevia e reescrevia (a lápis) até lá chegar. ‘Escrever primeiro a lápis dá-me um terço de mais hipóteses para melhorar [a narrativa]’, afirmou o romancista e contador de histórias. ‘Um Adeus às Armas’ (1929) passou por 47 títulos, e o final do romance teve 45 versões, incluindo uma ligeiramente mais optimista sugerida por F. Scott Fitzgerald.

Jorge Calado, revista do semanário Expresso

2 responses to “#1474

  1. até me faz pensar que eu podia fazer o mesmo 🙂 mas até podia, tenho lápis e competência para apagar milhentas vezes, depois, a arte da narrativa, é que já não… 😦
    bom fim de semana.

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s