shortcut #44: do caderno

este é o caderno de desmaios das árvores
inconsciente, inconscientes
dedicando cada página ao rabisco de cada folha que se estatela a desfilar no ar
cinemática, bailarina, cadente de fôlego
atente.se, por exemplo, à raiz umbilical no exemplar da página oitava:
eu sou a máscara do olhar extinto, do sorriso que mudo lê a natureza,
eu sou a sincera impressão, desprovida de arbítrio, genuína,
e eu sou este teatro, baile do tremular no palco de um caderno
errante
a obra deve percorrer.se com assombro no olhar
com sentido crítico no enfrentar de fotossínteses
e o leitor deve permitir.se à tomografia de coração aberto
naturalmente anestesiado, confundido
desmaiado
ps: o rectângulo transposto à ante.penúltima página reproduz a árvore que contém em si todos os sonhos do mundo, típica das bordas do lago de sun moon, situado a cerca de 260 quilómetros de Taipé

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s