#1527

Nos velhos tempos do estalinismo, quem dissesse ser de Estalinegrado tinha direito a um tratamento especial. Era visto como um herói, alguém ligado ao espírito de resistência de uma cidade onde o exército vermelho impôs uma derrota às tropas nazis que mudou de vez o curso da II Guerra Mundial. Era homenageado como um cidadão associado ao lugar da batalha mais sangrenta da História, que elevaria a União Soviética à condição de potência mundial.

Stepan Smirnov é desse tempo e lembra-se de chegar a qualquer ponto do país, dizer que era de Estalinegrado e receber ‘abraços de gratidão’. Hoje já não o pode fazer. Porque a cidade já não se chama Estalinegrado. Chama-se Volgogrado e ser daqui ou de qualquer outro lado da Rússia é a mesma coisa.

Manuel Carvalho, jornal Público

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s