#1554

Jornalistas e leitores falaram-me entusiasticamente da qualidade encantada do universo [da editora] Cosac Naify. Como se a porta de Alice fosse ali. Os escritores andam invariavelmente entre espelhos esquisitos, malucos de uma ilusão para a outra, mas nem sempre as editoras lembram a profunda magia dos livros, a profunda magia de se escrever e de se ler. A Cosac era isso, um conto de fadas onde cada gesto se dispunha ao impossível.

Valter Hugo Mãe, revista P2

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s