#1562

A ópera é, em larga medida, uma arte parasita. Inspirou-se no teatro, depois no romance (uma invenção do século XVIII) e agora no século XXI parece ter apostado no cinema. É verdade que o cinema também se apropriou do teatro, do romance e até da ópera. […] O curioso é que hoje em dia a renovação da ópera depende quase exclusivamente do cinema.

Jorge Calado, revista do semanário Expresso

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s