#1595

A experiência desta exposição [‘Orientalism and Reverse’] é muito silenciosa. Não sentimos que estamos a fazer uma viagem ou a percorrer um território, um lugar. Estamos parados, como estes autocarros, que não nos levam a lado nenhum. Gosto desta ideia, pressupõe alguma auto-reflexividade da parte de quem vê e vai dizendo algo como ‘Não estou a transportar-te para outro lugar que não seja aquele que estás a ocupar agora’. Às vezes penso que esta sucessão de janelas pode funcionar como um road movie, mas giratório, como uma viagem que não sai do mesmo sítio.

Tatiana Macedo, fotógrafa, Ipsilon

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s