#1608

Há 50 anos, no dia 16 de novembro de 1965, quatro dezenas de bispos e cardeais dos diversos continentes, todos eles participantes no Concílio Vaticano II que estava então a concluir-se, reuniram-se na periferia de Roma para firmar um pacto. […] Que se propunham os bispos? A revolução da simplicidade. Deixar os palácios episcopais e viver em casas iguais às das suas populações. Renunciar aos sinais exteriores de riqueza e à riqueza em si. Não possuir imóveis nem contas bancárias em seu nome. Confiar a gestão financeira e material das dioceses a comissões de leigos competentes e cônscios do seu papel apostólico; recusar-se a ser chamado, oralmente ou por escrito, com nomes e títulos que signifiquem a grandeza e o poder, preferindo ser chamado com o nome evangélico de padre; evitar aquilo que pode parecer um privilégio ou uma preferência pelos ricos e poderosos; oferecer todo o tempo, reflexão, coração e meios ao serviço apostólico e pastoral das pessoas e dos grupos economicamente mais débeis; transformar as obras de beneficiência em obras sociais baseadas na caridade e na justiça; lutar para que os responsáveis pela governação decidam e ponham em prática as leis, as estruturas e as instituições sociais necessárias à justiça, à igualdade e ao desenvolvimento; requerer dos organismos internacionais a adoção de estruturas económicas e culturais que permitam às massas pobres saírem da sua miséria; tudo fazer para que o ministério episcopal constitua um verdadeiro serviço.

José Tolentino Mendonça, revista do semanário Expresso

One response to “#1608

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s