#1643

Um estudo recente do psiquiatra Pedro Afonso defende que trabalhar muitas horas não é sinal de orgulho ou vitória. Pode até ser perigoso. Não é por acaso que a Organização Internacional do Trabalho (OIT) estabelece que não se deve trabalhar mais de 40 horas por semana, 48 horas se contarmos com as horas extraordinárias. Qualquer jornada de trabalho que ultrapasse esta barreira é classificada como insalubre. […] Apesar do mundo ocidental e industrializado – e apenas aqui – estar longe da realidade do século XIX, a verdade é que a fronteira entre trabalho e casa se tem diluído. […] As novas tecnologias invadiram a nossa vida e, ao contrário do que seria de esperar, não fizeram diminuir o trabalho. Ele aumentou. As pessoas estão sempre ligadas, a uma curta distância. […] ‘Ultimamente, com a generalização dos novos meios de comunicação tecnológicos, a invasão da vida pessoal, através dos emails e do telemóvel, já ultrapassou os limites do razoável. Criou-se a ideia errada – e absolutamente escravizante – de que todos têm que estar sempre disponíveis para o trabalho.’

Catarina Reis, revista do semanário Expresso

3 responses to “#1643

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s