#1668

[O meu trabalho é uma homenagem] a um tempo, a uma fase deste país, onde fervilhavam as ideias e o convívio, onde a arte popular se discutia e as pessoas […] almoçavam das 4 da tarde às 4 da manhã. […] Hoje sempre que se passeia e se come conta-se. A mesa e o convívio são propícios a que se cante e a que se esteja com vagar, com vida.

Tiago Pereira, fundador de ‘A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria’

Foi graças ao projecto [‘A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria’] que vimos e ouvimos a já desaparecida cantadeira Adélia Garcia (que Giacometti também registou), grupos tradicionais, um coveiro intérprete de pente e até um homem tocador de folha.

Sílvia Pereira, fugas

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s