#1762

Mas voltemos aos tempos em que a cidade [de Lisboa] pouco se afastava da zona de Alfama, por ser ali que a bacia hidrográfica existente dava de beber ao povo. Conta Margarida que, desde os romanos, ‘Lisboa vai ter imensa dificuldade em ter água potável suficiente para a população’. Uma situação que se tornou mais dramática com a ‘grande expansão da cidade após os Descobrimentos’. ‘Vamos ter cerca de 150 mil habitantes a subsisitir apenas com os chafarizes medievais’. Era tanta a escassez que os relatos da altura diziam não se conseguir distinguir ‘entre o que era água e o que era sangue’ de ‘tanto nariz partido’ durante as disputas junto aos fontanários.

Mara Gonçalves, fugas

3 responses to “#1762

duty of response

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s