dj sessions #258

Os dias passa-os aqui, numa pequena divisão feita sala de ensaio, feita laboratório sonoro, no primeiro andar de um antigo edifício da hoje extinta Sociedade Portuguesa de Pescas, no Complexo Industrial de Olho de Boi, em Cacilhas. Nos dias e nas noites de Cacilhas, até que chegue o início da madrugada e a hora do último barco até Lisboa, Casper Clausen fica ali, Cristo Rei de braços abertos nas suas costas, velha povoação abandonada a oeste, cais do Ginjal na direcção contrária. À sua frente, janela aberta sobre Lisboa. Foi ali […] que Casper, dinamarquês tornado habitante de Lisboa há cerca de dois anos, vocalista e co-fundador dos Liima e dos Efterklang, criou a música do seu alter-ego a solo Captain Casablanca. […] E Captain Casablanca foi reflexo disso – temos esta sala ocupada por um microfone, um teclado, um computador, um pacote de bolachas, um cinzeiro e um likembe (lamelofone africano). […] O sol começa a desaparecer onde o Tejo se torna Atlântico e Casper fala com entusiasmo de como este retiro na margem sul o inspira. De como aprecia ver a noite descer e as luzes da cidade à sua frente acenderem-se enquanto trabalha em mais um pedaço de música.

Mário Lopes, Ipsilon

dance with other dj sessions

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s