#1820

Recebemos, entre o final de 1990 e até 2005, muitos imigrantes do Leste [da Europa] que vinham sobretudo trabalhar em obras públicas, muitos dos quais manifestamente abaixo das suas qualificações. Cabia-nos aproveitar essas qualificações, e não conseguimos fazê-lo. […] Ora, existe hoje uma corrida global pelo talento. Tê-lo cá dentro e deixá-lo sair porque não soubemos valorizá-lo é um problema de política pública, de política migratória. […] Tivemos talento dentro de portas que deixámos sair.

Gonçalo Saraiva Matias, director de estudos da Fundação Francisco Manuel dos Santos, jornal Público

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s