#1914

Num mundo cada vez mais ‘descristianizado’, menos assente no medo e na culpa, e no qual alguns dos sete pecados mortais, como é o caso da gula ou da luxúria, passaram a ser vistos como indicadores de qualidade de vida, um novo puritanismo, a que chamamos politicamente correcto, começa a pedir à arte que não seja ‘transgressora’, que retire os versos incómodos, negando a essa mesma arte uma das suas principais funções.

Cristina Margato, revista do semanário Expresso

2 responses to “#1914

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s