#1954

Não é preciso conhecermos alguém para nos sentirmos bem recebidos [na ilha de Bali, na Indonésia], como é exemplo o episódio que a seguir descrevemos. É usual o corte de estradas para a passagem de cortejos de casamentos ou de enterros. Numa das vezes, a caminho da praia, o trânsito estava interrompido por uma cerimónia hindu de cremação. Saímos do carro para ver o desfile (com andores, músicos, etc) e logo fomos instados a incorporarmo-nos nele. No local da cremação, fomos apresentados aos familiares do defunto, tirámos fotografias com eles e fomos convidados a assistir à cremação e participar no banquete a seguir à cerimónia.

João Palma, fugas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s