#1967

Temos muito por descobrir e muito a acordar em nós. […] O mistério persegue-me. Por mais que eu lhe quisesse virar as costas, ele sempre se me insinuou a todo o instante. E é aí que nasce o acto poético, que é para mim um acontecimento antes da palavra, esse meu encontro com o invisível.

Sónia Balacó, actriz e poetisa, revista do semanário Expresso

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s