#1998

Em 23 dias de cada mês, passo 120 minutos diários dentro de uma carruagem amarela e preta conforme a densidade de grafitos. Eu e milhares de pessoas. De todas as profissões, com horários mais ou menos flexíveis. Somos um batalhão. Com sol, chuva, vento, de madrugada ou de noite. Somos os viajantes trabalhadores. Uns olham fixamente para o telemóvel, outros despacham trabalho no portátil. Muito poucos lêem o jornal. Outros abrem a boca e fecham os olhos. Existem os que olham pela janela. Como eu, admirador confesso da genialidade arquitectónica que paira ao longo da linha. Pela viagem, uns vão saindo e outros vão entrando. Os maiores resistentes são os que vão “de ponta a ponta”. Aveiro-São Bento. Eu sou um desses.

Adriano Miranda, jornal Público

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s