#2050

A geometria é fascinante porque pensamos nela como uma coisa puramente racional, mas está cheia de complicações psíquicas. É nisso que estou interessado, naquele momento em que um objecto geométrico começa a fazer qualquer coisa esquisita, algo de imprevisível. Como é que uma coisa que nasce da mente se transforma em algo que não é compreensível por essa mente. É essa ideia, e ela é literalmente verdadeira. A geometria não é racional. Claro que as formas ideais também se referem a algum princípio cósmico, a algo que está lá fora.

Anish Kapoor, escultor, jornal Público

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s