#2077

O cinema começa por existir apenas para nos aproximarmos o mais possível de um rosto: a câmara aproxima-se, mostra-nos e ao mesmo tempo faz aparecer o que não se vê. E é isso o cinema: a arte de dar a ver o invisível. Essa impressão de termos a superfície e a profundidade em simultâneo é muito misteriosa.

Isabel Huppert, actriz, revista do semanário Expresso

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s